Velas que iluminam, protegem, harmonizam...

Acender uma vela, perder-me no tempo a observar a dança da chama, o que me sussurra, sentir o seu calor ...


" É melhor acender uma vela que amaldiçoar a escuridão." Confúcio

Independentemente dos vários significados que lhes põem, quando o fazemos de modo consciente as velas são um meio de conexão com o Divino.

Sou defensora de que, sempre que acendemos uma vela devemos pôr-lhe uma intenção, nem que seja por simplesmente amparar naquele momento, me iluminar, agradecer ( ...) assim como antes de a apagar peço sempre permissão para o fazer.


Uma vela é fogo, um elemento desde os nossos antepassados ligado ao Sagrado. Simbolizando momentos de renovação, purificação, destruir o que não é necessário.

As velas representam um pouco dessa ancestralidade, as velas aquecem um ambiente, aquecem o coração, podem também ser um elemento de meditação.


Sabias que, a cera corresponde ao corpo físico; o pavio, à mente; e a chama, ao espírito ou alma?


Se pretenderes, exercer a vidência através de uma vela, primeiro limpa a mente e então fixa os olhos na chama até entrar em estado de transe, deixando que sem pressa, nem pressão, ou expectativa, comecem a aparecer, imagens, símbolos, pessoas ou palavras, como parte de uma comunicação mediúnica.


Na paixão por fazer as minhas alquimias, pesquisei, estudei e experimentei , num processo que ainda não está concluído, a fazer as minhas velas para as Terapias , com a intenção de criar um espaço seguro para mim e para quem está comigo naquele momento. (método disponível/ partilhado no Workshop Protecção e Limpeza Energética)


Partilho um pequeno Ritual de Prosperidade, a fazer no inicio do mês, no dia 1 ou durante a primeira semana, pegamos numa vela (costumo usar branca, tamanho "tealight" ou o médio). Coloco uma "pitada" de açúcar e erva doce (granulada), à volta (por fora) disponho 3 folhas de louro. Acendo com a intenção , de que seja um mês prospero e abundante, agradecendo desde já ao Universo, pelo que vai chegar até mim.


E por curiosidade, a interpretação do significado da chama, é de acordo com o aspecto da mesma e outras características da vela.

Chama azulada: é um sinal positivo de força espiritual e avisa para manter a fé e ter paciência, pois os objetivos serão alcançados.

Chama amarelada: momentos de alegria e felicidade à vista.

Se a chama soltar pequenas fagulhas (faíscas de chama) no ar: é sinal de tensões, desapontamento ou dificuldades.

Chama da vela não acende: ambiente carregado é necessário melhorar a energia da pessoa e do ambiente.

Quando a vela queima por inteiro: aviso que pedido e intenção foram enviados ao plano espiritual, com sucesso.

Quando a vela forma uma espécie de escada ao lado: é necessário saber esperar, pois para alcançar a intenção, levará um tempo para sua cristalização.

Quando sobra muita cera: é sinal que existe interferência, aconselhável reacender a vela e insistir na intenção com fé. Não se deixe intimidar.

Chama fraca: a intenção mais firme e o pedido reforçado.

Chama baixa: haverá demora para o pedido ser realizado.

Vela que entorta: necessidade de mais equilíbrio para não vir à enfrentar dificuldades. Observe o que se está a passar.

Chama que levanta e abaixa: dispersão, a pessoa não tem foco e não se concentra em sua intenção por estar com a mente confusa.

A chama do pavio apaga antes de derreter toda a vela: além de orar e se voltar para o superior, a pessoa precisa também fazer a sua parte para que sua intenção se realize.


" A luz da vela no escuro acesa, espalha-se para todos os lados , buscando a imensidão ". Marco Feres


" Uma vela não perde nada de sua luz, iluminando outra". Rumi


Com um abraço cristalino

Carla Mendes Faria


#intençãodalma_carlafaria #carlafariaterapias #shambalaporto #velas #velasrituais #candles

47 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo